img

Cinema gratuito promove inclusão em SP

22 de Fevereiro de 2018 Sem Comentários

Totalmente gratuito, o Cine ao Ar Livre acontece até dia 25 de fevereiro, na Praça Ayrton Senna, em espaço com rampas e sessões com audiodescrição. Serão quatro filmes por dia, incluindo títulos infantis e filmes nacionais.

O evento que começou no último dia 19/02 terá sessões para toda a família e vai privilegiar a produção nacional, especialmente na sessão de gala, que inicia às 18h de segunda a sexta e ao domingo, e às 17h30 no sábado. O foco do projeto é a ampliação do acesso irrestrito à sétima arte: “queremos promover inclusão e reunir as famílias na ocupação criativa do espaço urbano, de forma amplamente inclusiva”, explica Suzana Vilhena, Diretora da agência.

 

 

 

Entre os títulos estão Zootopia, Moana e Rio 1 para as crianças e O Bem Amado, O ano em que meus pais saíram de férias, O Homem do Futuro, A dona da história, Linha de Passe e Cidade de Deus na sessão de gala, para adultos.

 

O evento ainda vai terá teatro pedagógico antes da primeira sessão infantil e exibição de curtas no início de cada título, e festival de food trucks à tarde e à noite. Serão disponibilizados 200 lugares por sessão, mas o espaço da Praça Ayrton Senna poderá ser utilizado pelas famílias, que poderão acompanhar os filmes com cangas e toalhas estendidas no gramado. O espaço já tem piso plano e calçada com rampa, o que facilita o acesso de cadeirantes e pessoas com deficiência.

 

O Cine ao Ar livre é realizado pelo Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura, com patrocínio da Comgás e TMK. As sessões terão duração de até 2h antecedidos de curtas-metragens de animação.  A programação oficial do evento e a retirada de ingressos estarão disponíveis no site www.cineaoarlivre.com.br e Facebook da ação.

img

Canudos reutilizáveis: diga não aos de plástico

18 de Fevereiro de 2018 Sem Comentários

Um utensílio que parece tão inofensivo, pode causar sérios danos à vida animal, aos oceanos e ao meio ambiente. Só nos Estados Unidos, 500 milhões de canudos são usados diariamente. Esse utensílio está na lista dos 10 itens que mais poluem os oceanos. Além deles, todos os anos, pelo menos 8 milhões de toneladas de plástico acabam nos oceanos como resultado do nosso consumo.

 

 

A redução do lixo marinho é alvo da campanha Mares Limpos, lançada pela Organização das Nações Unidas (ONU). O objetivo é convencer pessoas e empresas a reduzirem o consumo de plásticos e evitar seu descarte. Na Califórnia, um projeto de lei em tramitação sugere que funcionários de restaurantes que ofereçam canudos aos clientes possam ser penalizados com multas de de US$ 1.000 ou até seis meses de prisão. Então, que tal começar imediatamente a recusar os canudos descartáveis?

 

 

Mas, se você ainda quiser uma alternativa mais ecológica para tomar aquele drink ou oferecer um suco para as crianças, o mercado já oferece boas alternativas de canudos reutilizáveis. Essas opções costumam vir acompanhadas de limpadores próprios, para que o canudo possa ser higienizado da melhor forma. Eles são produzidos basicamente de três matérias-primas principais.

 

– Aço inox: Esse tipo de material possui alta qualidade, é livre de BPA e ftalatos, e podem ser lavados manualmente e em máquina de lavar louças. Uma das marcas que oferece esse tipo de produto é a Bee Green. O kit com 4 canudos e a escovinha de limpeza custa R$ 40.

– Bambu: Por possuir resistência natural contra bactérias, o bambu é um excelente material do ponto de vista da sustentabilidade. Dois canudos e a escova de limpeza custam R$ 20 na loja online Paz em Gaia.

 

– Vidro: Se optar por esse material, observe se o material é fabricado em vidro borosilicato, inerte e termoresistente (o mesmo utilizado em laboratórios). Tende a ser mais higiênico, não adere restos de alimentos e por ser transparente, facilita a limpeza. A Mentah possui lindas opções com frases inspiradoras e cada um custa em média R$ 17.

 

Resumindo: 4 razões para não usar canudos de plástico:

1- Poluem o meio ambiente

2- Demoram 100 anos para se decompor

3- Afeta os animais

4- Os componentes tóxicos do plástico podem deixá-lo doente

img

SP ganha espaço para alimentação consciente

14 de Maio de 2017 Sem Comentários

No comando dos empresários Alessandra Ades, Rogério Frug e Renato Masumoto, o espaço Maniva é localizado no de Higienópolis, em São Paulo, e tem como foco central a alimentação e consumo consciente, “valorizando sempre o alimento orgânico e o produtor local“, explica Alessandra Ades, sócia e nutricionista.

 

 

A ideia dos sócios é proporcionar e, também, estimular o consumo de alimentos frescos, sempre trabalhando com a sazonalidade, e mostrar como esse comportamento pode impactar tanto na própria saúde quanto no meio ambiente. “Optar pelos alimentos saudáveis e pelo equilíbrio nas refeições, ajuda a nutrir não apenas o corpo, mas principalmente a mente. Sem falar que é um importante investimento pra saúde”, comenta Alessandra.

 

O Maniva conta com o espaço físico com almoço e cafés ao estilo take a way, o empório com produtos exclusivos e de parceiros, o delivery e o e-commerce para produtos congelados. No espaço, os clientes vão contar com um menu que vai do café da manhã – das 8h30 às 11h – ao almoço – das 12h às 15h, e café da tarde. O cardápio conta com massas, moquecas, feijoada vegetariana, farofa entre outros alimentos para o almoço. E todas as verduras e legumes são orgânicos. Para o café tem os expressos, smoothies, sucos – em parceria com o Puro Verde e prensado à frio -, vitaminas e itens pré-treino.

 

Serviço – Maniva
Endereço: Rua São Vicente de Paulo, 603 Higienópolis.
Horário de funcionamento: 2ª a 6ª | 8:30 ás 19h ⏱ Sábado | 9:00 ás 16h
Contato: (11) 2594-6924

img

Bambu nos carros vira tendência eco

13 de Maio de 2017 Sem Comentários

Nos últimos anos, as montadoras de carro começaram a prestar mais atenção na sustentabilidade e no reaproveitamento de materiais. A Ford, por exemplo, vem se dedicando a pesquisar materiais alternativos à produção de automóveis. Itens curiosos já entraram na lista, como goma de mascar, frutas, rolhas de vinho e o agave, planta usada na produção da tequila. Agora, a Ford China aposta no uso do bambu, essa planta tão tradicional e abundante naquela região, como possível matéria-prima sustentável para a aplicação em componentes do interior dos automóveis. Assista o vídeo.

 

 

As qualidades do bambu são reconhecidos há mais de um século. Thomas Edison experimentou o material quando criou sua primeira lâmpada. Na construção civil, a sua resistência à tensão mecânica (o quanto aguenta ser vergado até se quebrar) é bem conhecida, sendo igual ou melhor que a de alguns tipos de metal. Além disso, por crescer rápido – até 1 metro por dia – e atingir a maturidade em dois a cinco anos, enquanto outras árvores levam décadas, também se regenera facilmente. “O bambu é incrível”, avalia Janet Yin, supervisora de Engenharia de Materiais do Centro de Pesquisa da Ford em Nanjing, na China. “Ele é forte, flexível, totalmente renovável e existe em grande quantidade na China e em diversas outras partes da Ásia”.

 
Nos últimos anos, Janet e sua equipe têm estudado junto com fornecedores o uso do bambu combinado com plástico para desenvolver peças extrarresistentes de acabamento interno dos veículos. Eles verificaram, por exemplo, que o bambu tem um desempenho muito melhor que outras fibras naturais e sintéticas em provas de resistência e impacto, além de manter a integridade após testes de aquecimento a mais de 100°C.

 


Na Ford, o uso de materiais sustentáveis nos veículos só é aprovado depois de atender os rigorosos padrões globais de desempenho e qualidade da marca. Esse trabalho é desenvolvido também fora do laboratório. “Quando eu conto para as pessoas como estamos usando materiais sustentáveis e recicláveis em veículos, ou elas amam a ideia logo de cara ou querem ter certeza de que os materiais são de alta qualidade”, conta Janet Yin. “Depois de entender como funciona esse trabalho, elas aderem à causa”.

 

 

A Ford já usa hoje vários materiais sustentáveis nos seus carros. Entre outros, podem ser citados: o kenaf, planta da família do algodão, em forros de porta; tecido Repreve, feito de garrafas plásticas recicladas, em bancos; algodão reciclado de calças jeans e camisetas em estofamento e isolamento acústico; carpete de nylon reciclado em coberturas de motor; garrafas plásticas recicladas em carpetes e forros de caixas de roda; pneus reciclados ​​em selos e juntas; casca de arroz e palha de trigo como reforço de peças plásticas; e espumas à base de soja em bancos.

img

Pós Páscoa, chocolate vira hidratante

12 de Maio de 2017 Sem Comentários

A Páscoa passou, e você não quer comer tanto chocolate, mas também não sabe o que fazer com eles? Uma opção é reaproveitar o chocolate ao leite de um jeito diferente. E, o melhor, sem render uns quilinhos a mais. Misturando com os ingredientes certos é possível fazer um ótimo hidratante para o rosto, como ensina a cosmetóloga e diretora do Grupo Spa da Pele, Lucienne Souza. “O chocolate tem como maior benefício o fator umectante, promovendo maior flexibilidade e uma ação hidratante natural e prolongada, além de ter um aroma que desperta os sentidos”, completa Lucienne.

 

 

Hidratante facial de chocolate

Ingredientes:

½ barra de chocolate
1 pote de iogurte natural
2 colheres de sopa de mel
1 colher de sopa de óleo de amêndoa ou canola (opcional)

 

Modo de preparo: Bater o iogurte natural com a barra de chocolate no liquidificador, adicionar as colheres de mel e o óleo (opcional). Lembrando que para quem tem pele oleosa o melhor é evitá-lo. Depois disso é só deixar agir por 20 minutos e retirar com água.

OBS: Para as que querem ir além e relaxar com esse tratamento, literalmente, delicioso é só aplicar a máscara ainda morna na pele.

 

 

Máscara de chocolate e manteiga para pele ressecada

Manteiga derretida (o quanto baste para espalhar pelo rosto)

1 barra de chocolate

 

Modo de preparo: Derreta os dois ingredientes e misture, deixando a consistência leve para espalhar facilmente sobre o rosto. Deixe agir por 15 minutos e lave com água morna.

“Essa máscara pode ser utilizada sempre que o rosto estiver ressecado, pois, o chocolate e a manteiga são ingredientes mega hidratantes”, completa Lucienne.

Blog Moda Verde
© 2014 Todos os direitos reservados

Andressa Designs