img

BeGreen reaproxima fazenda da cidade

11 de maio de 2017 Sem Comentários

Belo Horizonte recebe hoje a primeira Fazenda Urbana da América Latina, por meio de uma parceria entre o Boulevard Shopping e a Startup BeGreen. Esse modelo de negócio baseado na sustentabilidade e produção de hortaliças sem agrotóxicos possui apenas oito unidades em todo mundo, que estão nos EUA, Suíça, Alemanha, Holanda, Suécia e Japão.

 

 

O espaço de 2.700 m² funcionará no espaço externo do shopping com acesso pelo piso 2. Além da ter uma estufa com capacidade de produzir até 50 mil pés de alfaces baby/mês sem uso de agrotóxicos e em consórcio com a criação de peixes, o espaço foi todo construído aliado à sustentabilidade com com containers que virariam sucata; as mesas e cadeiras do espaço tem como matéria prima a madeira plástica; e o piso foi feito com material de rejeito de mineração. No local também haverá a loja Casa Horta, para a venda dos produtos cultivados e de produtores locais; e a Casa Amora, restaurante conceito ‘farm-to-table’.

 

 

A Fazenda Urbana tem como principais premissas o comércio justo, a produção sustentável e não prejudicar o meio ambiente. O projeto, além da produção livre de agrotóxicos (orgânica), traz todo um conceito alicerçado na sustentabilidade. No espaço, será utilizado o composto proveniente do lixo orgânico da Praça de Alimentação do Boulevard como substrato para o crescimento das verduras; e haverá redução do consumo de água com captação da chuva. Além disso, não terá emissão de CO², pois além da autossuficiência elétrica do projeto, o consumidor final irá adquirir os produtos da fazenda in loco, sem serviços de logísticas e entrega.

 

 

O local será um verdadeiro parque de diversões para quem segue uma vida saudável e trará uma série de benefícios para os visitantes. O projeto também contempla várias ações integradas, como a realização de ações de conscientização de crianças e jovens de escolas públicas e privadas, e eventos e treinamentos de produção sustentável que pretendem atingir pelo menos 1 milhão de pessoas por ano. “Nosso principal objetivo é demonstrar que é possível ser sustentável e produtivo gerando mais empregos, menos lixo e sem prejudicar o meio ambiente. É um projeto inovador, que segue um movimento global que aproxima a produção do consumidor final. O consumidor saberá a procedência de tudo que está consumindo”, explica um dos idealizadores do projeto, Giuliano Bitencourt.

 

 

 

Leia abaixo uma entrevista com o administrador responsável pela fazenda, Pedro Graziano.

Por que Belo Horizonte foi a escolhida para receber a primeira Fazenda Urbana da América Latina? 

Foram vários fatores. O primeiro é pela característica urbana da cidade: Belo Horizonte tem um grande perímetro urbano, uma alta concentração populacional e está ficando cada vez mais longe do chamado cinturão-verde (zonas rurais de produção de alimentos). Hoje as principais produções de hortaliças estão há pelo menos 50km do centro da cidade. Belo Horizonte também é uma das cidades mais acolhedoras do Brasil pela natureza e carisma de seu povo e tem uma grande concentração de movimentos de alimentação saudável, qualidade de vida e negócios de impacto. Outro fator importante é que a BeGreen já opera nos principais supermercados e restaurantes da cidade há 2 anos – onde vendemos hortaliças sem agrotóxicos até então produzidas no município de Betim.

 

Quais são os principais desafios que esse conceito ‘farm-to-table’ ainda tem pela frente em relação ao mercado e ao consumidor brasileiro?

Farm-to-table é um conceito muito novo, ainda mais para os brasileiros por ainda ser inédito, e a prática ou execução deste conceito estava ainda mais distante do consumidor. Porém, como um movimento global, a agricultura urbana já é uma realidade de cidades inteligentes e desenvolvidas e será, sem dúvida, o futuro das próximas gerações. Os principais desafios ainda estão no poder público. As prefeituras e demais órgãos regulatórios ainda não estão preparados para receber uma atividade rural dentro da cidade, e quebrar essa barreira pra evoluir dentro do Estado sempre foi um grande desafio de empresas inovadoras no Brasil e não é diferente para a BeGreen.

 

De que forma o projeto pretende resgatar essa conexão das pessoas da cidade com a comida?

Minha avó me dizia que há algumas décadas toda família comia o que plantava no quintal de casa, porém a população veio para a cidade e as produções de alimentos continuaram no campo. Esse movimento nos trouxe problemas como perda de qualidade do alimento, alto desperdício, dificuldade na fiscalização, aumento de preços, piora do trânsito, aumento de emissão de gás carbônico, entre outros. Agora está na hora da reconectarmos as pessoas com seus próprios alimentos e a BeGreen fará isso de forma muito simples e integrada. Ao trazer a produção para o centro da cidade, todos saberão a origem de seu alimento, poderão visitar, conhecer e acompanhar o crescimento de cada cultivar – exatamente como minha avó fazia antigamente. As crianças poderão aprender, na prática, como funciona e como se produz os ingredientes de sua salada enquanto os pais terão acesso à produtos frescos de verdade, sem agrotóxicos e com preço acessível. Desta forma estaremos impactando toda a família e toda a cidade, pois haverá menos desperdício, menos água utilizada, menos caminhões nas ruas, menos emissões de gases poluentes e muito mais sabor, frescor e qualidade de vida.

img

Gesto Verde alcança meta plantando árvores

20 de novembro de 2014 Sem Comentários

No dia que o Blog Moda Verde nasceu, um dos primeiros posts eu falei aqui sobre a Gesto Verde que tinha um trabalho muito bacana sobra a neutralização de CO2 em sites com a plantação de árvores. E não e que na semana passada eu recebi um e-mail deles falando que o objetivo foi alcançado! Olha que bacana…

 

“É grande felicidade que venho anunciar que conseguimos completar nosso desafio. Com essa conquista, o Gesto Verde se despede de todos que nos ajudaram a dar vida à campanha. Hoje, batemos no peito com gratidão ao dizer que conseguimos exatamente 1429 participantes, e que graças a você e todos os outros, conseguimos dar vida a uma das mais renomeadas campanhas em pról do meio ambiente já criada pela internet, o Gesto Verde. Foram mais de dois anos lutando contra a emissão de CO2 lançados pelos servidores que mantêm as páginas da web no ar, e felizmente conseguimos neutralizar uma grande quantidade plantando árvores em nossa floresta para cada participante que aderia a campanha. Mesmo sem o Gesto Verde, gostaríamos que você não deixasse de ajudar o nosso planeta. Faça sempre o possível para que, a cada dia que acordarmos, tenhamos mais um dia de vida no futuro. Muito obrigado por ter feito parte da nossa história. Nós e o nosso planeta seremos eternamente gratos à você”.

 

Não é bacana ter um retorno desse, principalmente quando a notícia é tão boa assim?! Pena não poder continuar com essa parceria. Se alguém souber de outras empresas que também fazem esse trabalho de neutralização de CO2 deixa um comentário pra mim…

img

Entrevista: camisetas Chico Rei

11 de agosto de 2014 Sem Comentários

Eu sempre acompanhei a marca de camisetas Chico Rei porque sabia que eles são muito comprometidos com as questões ambientais, mas entrando em contato vi que esse conceito está presente em todo o processo de produção, desde a criação, confecção, estamparia, logística, atendimento até as embalagens que são recicláveis. Para entender melhor o que estou falando, leia abaixo a entrevista com o Tiago Vieira, da equipe de comunicação da marca.

 

montagem chicorei

 

MV (Moda Verde): Como e quando surgiu a empresa? Desde o início a marca tinha a proposta de ser comprometida com as questões ambientais? 

CR (Chico Rei): A Chico Rei começou há 6 anos e nos primórdios de nossa história, criávamos camisetas que tínhamos vontade de vestir, mas que dificilmente encontrávamos em lojas. Temos a sorte de trabalhar com infinitas referências da cultura pop, visto que vários estilos convivem em harmonia por aqui. Falamos a mesma língua do nosso público e nosso objetivo sempre foi estar à frente das principais tendências. Passados alguns anos, a necessidade de expandir territórios fez com que deixássemos de lado essa linha criativa “egocêntrica”. Desde então, trabalhamos com temas, cores e formas que dialogam com um público muito mais amplo, mas que tem a mesma necessidade que serviu de faísca para acender a chama da Chico Rei. Encontramos nossa principal motivação na possibilidade de dar voz às pessoas através de nossas criações. Sempre nos simpatizamos pelas questões ambientais, mas foi com o crescimento da marca e consequentemente do nosso processo de produção que percebemos necessidade deste comprometimento.

 

MV: Além das embalagens recicláveis, quais são as outras iniciativas sustentáveis?

CR: Toda nossa produção é feita de modo a não desperdiçar nada. Fazemos tudo de acordo com as orientações de ambientalistas. Nossa tinta é a base d’água e as sobras de malha cortada são doadas para instituições que fazem cobertas para moradores de rua. Em breve teremos captação de energia solar também.

 

MV: Vocês acham que é papel da empresa também educar seus consumidores? Fazem algo pensando nisso? 

CR: Certamente. Por isso fizemos uma série de vídeos usando o humor como forma de conscientização não só ambiental, mas também de comportamento. (Vejam: vídeo1, vídeo2, vídeo3, vídeo4, vídeo5). Além disso, temos parcerias de coleções com instituições como APAE SP, ASCOMCER e AFROREGGAE. Mesmo que a gente não possa mudar pra melhor a vida do mundo todo, conseguimos sim fazer a diferença para quem está precisando de uma força.

 

MV: Como encaram a relação entre o estímulo ao consumo e a questão ambiental que estimula a redução do consumo? 

CR: Não nos preocupamos com concorrência. Nosso foco é 100% nos resultados e aqui na Chico Rei nossa equipe está acostumada a produzir muito material em pouco tempo, doando 200% da capacidade… Aquele suor a mais que faz a diferença, sabe?
MV: Como fazem para buscar preços competitivos?

CR: A Chico Rei é hoje líder no segmento “Camisetas Online” e, além do ótimo preço, nossos produtos possuem uma gama infinita de referências culturais, além de um belíssimo corte exclusivo capaz de deixar todo mundo mais elegante. Por esse motivo, temos um controle de qualidade muito rigoroso para entregar com excelência e encanto produtos com valor especial para quem veste. Fazemos tudo com muito amor e atenção para criar uma experiência de marca relevante e inesquecível, pois queremos ver nossos clientes satisfeitos em todas as situações. Desde as camisetas, embalagens, tags, brindes, até o incrível atendimento simpático e eficiente. Este equilíbrio é monitorado diariamente na busca por melhoras em todos os sentidos.

 

MV: Quais são os maiores desafios? O que vocês buscam? 

CR: Buscamos estar sempre à frente das principais tendências. Como todo trabalho, existe uma rotina básica de atividades diárias, mas sempre temos uma meta diferente e arrojada para cada dia. E é muito prazeroso trabalhar junto com uma equipe tão competente e focada no trabalho. O mérito é de todos e o crescimento é visível. Em outras palavras, a experiência e prática (muito mais do que a teoria) da atividade empresarial consciente fazem toda a diferença para entender que não se pode engessar um conceito e que para atingir bons resultados é preciso ter foco e disposição.

 

MV: Quais são os números da empresa?

CR: Temos mais de 50 colaboradores trabalhando na equipe. Temos um catálogo com mais de 1.000 produtos diferentes em estoque do tamanho P ao 3GG. Nosso carro-chefe é a linha de camisetas para adultos, mas também temos coleção infantil e posters.

 

posteres

 

OBS: Esse não é um post patrocinado!

img

Móveis (certificados) Para Minha Casa

7 de agosto de 2014 Sem Comentários

Não tem preço que pague a tranquilidade de você saber que está comprando um móvel com o selo de Origem Florestal Sustentável. E esse é o caso da Móveis Para Minha Casa – marca cuja matéria-prima (madeira Tauari) é proveniente de áreas de manejo florestal e extraída da mata conforme a regulamentação, requisitos e monitoramento do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

 

montagem moveis1

 

Os ciclos de manejo e exploração econômica destas áreas são de 25 anos, garantindo que as florestas não sejam prejudicadas com a extração da madeira. Outro importante exemplo deste compromisso é a utilização da fibra de madeira, extraída do caule das plantas e trançadas por uma comunidade de artesãos, o material é uma contribuição da empresa para a geração de rendas alternativas e cooperação com a preservação ambiental.

 

montagem móveis2

 

Ah! Quem visitar o site vai ver que a marca tem várias opções coloridas que são uma fofura, pena que a tinta utilizada ainda não é biodegradável. Por isso, eu separei apenas móveis em sua tonalidade natural – mas não menos bonitos (concordam?)!

 

Em resumo, antes de adquirir qualquer produto não esqueça de pesquisar, não só o preço, mas os valores praticados pelas empresas… Você pode contribuir com questões que envolvem o meio ambiente, mas também de responsabilidade social.

 

OBS: Esse não é um post patrocinado!

img

Kit sobrevivência para a pele da Adcos

30 de julho de 2014 1 Comentário

Esse mês eu fui convidada pela Adcos para um “Dia de Beleza” que, na verdade, foi uma limpeza de pele deliciosa. Quem fez o procedimento foi a cosmetóloga Aline Araújo que foi super atenciosa do início ao fim. Ela me atendeu na unidade da Rua Curitiba, 1506, no Lourdes.

 

O procedimento começou com um gel para a limpeza da pele e depois foi aplicada uma loção adstringente esfoliante. Em seguida, ela fez uma compressa de algodão bem umedecido em todo o rosto para conseguir remover cravinhos. Lá eles não usam aquelas máscaras de vapor porque a solução usada para gerar essa emoliência já é bem concentrada – 9% (o máximo permitido pelo Ministério da Saúde é 12%%).

 

Depois vem aquela parte chatinha de extrair os cravinhos que dói um pouquinho, mas passa rápido. Em seguida, ela limpou novamente o rosto e aplicou um produto a base de ácido para cicatrizar, o cheio é bem forte, bem canforado e até arde um pouquinho. O procedimento todo levou pouco mais de uma hora.

 

montagem limpeza

 

Esses foram todos os produtos usados na limpeza, mas como nem todos a gente pode comprar porque alguns são de uso exclusivo para profissionais, eu separei três que eu já trouxe pra casa e estou usando diariamente…

 

Da esquerda para a direita:

1) Base Stick – Bloqueador solar tonalizante – FPS/UVB 47 (Cor: Ivory) – É um filtro solar para a área dos olhos e que substitui tranquilamente um corretivo tradicional. (R$ 95,00)

 

2) Filtro solar fluid tonalizante – loção líquida – FPS/UVB 40, efeito mate (Cor: Ivory) – Ele tem um toque ultra seco e que dá aquele efeito mate (sem brilho) ao longo do dia. Corrige imperfeições e previne o envelhecimento precoce.  (R$ 73,00)

 

3) Pó compacto – Filtro solar tonalizante – FPS/UVB 30 (Cor: Ivory) – Protetor solar facial em textura de pó compacto ideal para ser retocado ao longo do dia.  (R$ 110,00)

 

Os produtos também podem ser comprados pela loja virtual da marca, aqui.

 

montagem escolhidos

 

O que eu não sabia e que a Aline me contou é que devemos reaplicar o filtro solar a cada três horas. “Primeiro porque a gente não passa a quantidade ideal – que segundo o Ministério da Saúde é de uma colher de café de filtro solar para cada 2 cm de pele.Como isso é inviável para a maioria das pessoas porque seria o equivalente a uma máscara mesmo, então o indicado é reduzir o tempo de aplicação para manter a qualidade”, disse a cosmetóloga .

 

Antes e Depois

montagem antesdepois

 

Com a pele pronta com esses três passos super práticos é só completar com os olhos, boca e um blush!

 

Vale lembrar que a Adcos é uma das empresas brasileiras que NÃO fazem testes em animais, segundo a PEA (Projeto Esperança Animal) – uma das ONGs que mais entendem do assunto. Veja a lista de empresas aqui. E eu também já falei da preocupação da marca em relação ao meio ambiente nesse post aqui.

 

OBS: Esse não é um post patrocinado!

Blog Moda Verde
© 2014 Todos os direitos reservados

Andressa Designs